Notícias e histórias

  • Home
  • /
  • Notícias e histórias

Notícias e histórias

14ª Meia Maratona de São Paulo: brasileiro volta ao topo do pódio com índice para o Mundial

14ª Meia Maratona de São Paulo: brasileiro volta ao topo do pódio com índice para o Mundial

2/2/2020

Depois de quatro anos, o Brasil voltou ao topo do pódio na 14ª edição da Meia Maratona Internacional de São Paulo e com uma linda vitória do jovem Daniel Ferreira do Nascimento, de 22 anos. Neste domingo (2), o corredor, natural de Bragança Paulista (SP), impôs ritmo forte desde a largada, acompanhou de perto os estrangeiros e depois passou a liderar, abrindo distância para os concorrentes. Completou em 1h04min34s, melhor tempo da disputa desde 2015, e ainda assegurou o índice para o Mundial de Meia Maratona 2020, na Polônia.
A última vitória brasileira havia sido em 2016, com Giovani dos Santos. Nicolas Kiptoo Kosgei, do Quênia, chegou em segundo e Gilmar Silvestre Lopes, também do Brasil, em terceiro, completaram o pódio nesta 14ª edição.
Entre as mulheres, a queniana Janet Cheruto Masai, de 28 anos e estreante na prova, levou a melhor ao completar o percurso em 1h16min55s. Ela já havia sido a terceira colocada na Volta da Pampulha e sétima na São Silvestre, ambas em 2018, e chegou como destaque entre as estrangeiras.

A previsão de chuva não se confirmou, na manhã deste domingo e os cerca de 7500 atletas contaram com um clima ideal para os desafios de 21.097 metros, em um percurso rápido, mais linear e técnico.

Aos 22 anos, e com uma história de superação e persistência, Daniel Nascimento vem em uma ascendência. Deixou o trabalho de cortador de cana e tem se destacado no cenário das corridas de rua. Foi o melhor brasileiro na última edição da Corrida Internacional e São Silvestre, com a 11ª posição.

Essa foi sua segunda prova em 2020 e sua segunda vitória. Ele também venceu a Copa Brasil de Cross Country, em meados de janeiro, no Espírito Santo. Os resultados motivam o jovem para os desafios do ano.

“Fico muito feliz com o resultado. Estou praticamente retornando para as corridas, já que no ano passado, devido a dificuldades, abandonei as disputas, fiquei quatro meses parado. Aí no fim do ano, corri a São Silvestre e fui o melhor brasileiro. 2020 começou muito bom para mim. Essa é minha segunda prova e a segunda vitória. Espero que continue assim”, ressaltou Daniel.

O primeiro lugar nesta prova, que é uma das principais do calendário, traz outro motivo de comemoração ao paulista. O tempo de 1h04min34s o fez atingir o índice e se classificar para o Mundial de Meia Maratona, que acontece na Gdynia, na Polônia, no final do mês de março.

“Eu vim pensando em fazer tempo para me classificar e tinha ideia de ficar entre os cinco primeiros. E o resultado veio, consegui o índice e ainda venci. É bom demais”, comemorou o atleta que vibrou bastante ao cruzar a linha de chegada.

Com 28 anos, Janet Cheruto também pode comemorar. Fez uma ótima estreia na Meia Maratona de São Paulo, conquistando a vitória de maneira serena. A queniana manteve bom ritmo durante toda a disputa. Até a metade da prova vinha acompanhada de outras quatro atletas, inclusive duas brasileiras, mas depois conseguiu abrir certa distância para as rivais e soube administrar.

“É minha primeira vez nessa prova. Estou feliz com a vitória. Foi uma corrida tranquila, um bom percurso. Dificuldade só para me manter à frente das concorrentes. Mas gostei muito”, contou Janet.

A brasileira Rejane Ester da Silva, com a segunda colocação, e a ugandense Emily Chebet, em terceiro, completaram o pódio feminino da 14ª edição da prova.

Rejane, que foi a melhor brasileira entre as mulheres, destacou o bom nível das atletas. “Acho que foi uma prova bem bacana. Quero parabenizar a organização. Eu comecei bem, e deu para acompanhar as estrangeiras por um tempo. Depois a Janet abriu, e aí ficou difícil, mesmo assim, tentei dar o meu melhor para ela não distanciar muito. Estou feliz com o segundo lugar. E o bom é que o ano está só começando”, disse a atleta de 36 anos.

 Resultados 2020

 Elite Masculino

1) Daniel Ferreira do Nascimento (Brasil), 1h04min34seg
2) Nicolas Kiptoo Kosgei (Quênia), 1h05min18seg
3) Gilmar Lopes (Brasil), 1h05min35seg
4) Edwin Kipsang Rotich (Quênia) 1h07min04seg
5) Giovani dos Santos (Brasil), 1h07min45seg

 Elite Feminino

1) Janet Cheruto Masai (Quênia), 1h16min55seg
2) Rejane Ester da Silva (Brasil), 1h18min40seg
3) Emily Chebet (Uganda), 1h19min19seg
4) Viviane Amorim Figueiredo (Brasil), 1h26min43seg
5) Maria Silvania da Silva (Brasil), 1h32min43seg

Continue lendo [+]
Capital paulista receberá a 14ª Meia Maratona Internacional

Capital paulista receberá a 14ª Meia Maratona Internacional

2/1/2020

Domingo, 2 de fevereiro, será dia de mais uma edição da Meia Maratona Internacional de São Paulo. Serão 7.500 corredores de todo o país e do exterior, que percorrerão 21.097 metros por ruas da cidade, com largada e chegada na Praça Charles Miller, em frente ao estádio do Pacaembu. A programação de largadas da Meia Maratona começará mais cedo: 6h28min, Cadeirantes; 6h30min, Elite feminino e masculino, 6h35min, demais categorias e 5K.
Neste sábado, dia 1 de fevereiro, será a última chance para a retirada do kit de participação. Ela acontecerá das 11h às 18h, na Decathlon Paulista, localizada na Avenida Paulista, 854, Bela Vista. Não haverá entrega de kit de participação no dia do evento e nem após o mesmo.
A Meia Maratona Internacional de São Paulo, em sua 14ª edição, é uma das principais provas do calendário, que encanta com seu percurso rápido, mais linear, técnico e por passar por trechos do Centro Histórico de São Paulo. Por isso, tem atraído grandes nomes da modalidade na briga pelo topo do pódio. Nas 13 edições realizadas, por exemplo, há um grande equilíbrio, com os estrangeiros levaram a melhor em sete oportunidades.

Os destaques deste ano o masculino são o queniano Edwin Rotich, atleta bronze e bicampeão da Corrida Internacional de São Silvestre (2012/2013); o ugandense Stephen Mande, terceiro na Meia Maratona de Nairobi em 2018, é outro forte competidor. O Brasil também terá um atleta bronze, o mineiro Giovani dos Santos, bicampeão da prova (2014 e 2016) e seis vezes vencedor da Volta Internacional da Pampulha.

No feminino, a ugandense Emily Chebet, vice na Volta Internacional da Pampulha, e as quenianas Monica Cheruto, bronze na Sanya Marathon (CHN), e Janet Cheruto Masai, terceira colocada na Volta da Pampulha e sétima da São Silvestre, ambas em 2018, serão destaques do exterior. O país terá as mineiras Adriana Domingos da Silva, segunda colocada na Maratona de Curitiba (13) e na Meia Maratona de São Paulo (19), e Larissa Quintão, quinta colocada da Meia Maratona de São Paulo em 2019.

No ano passado, os quenianos Geofry Kipchumba e Sharon Arusho foram os mais rápidos. Gilmar Lopes, com 1h05min51seg, e Andréia Hessel, com 1h19min22seg, ambos com o 2º lugar, foram os melhores do país na prova.

Continue lendo [+]
USO DO CHIP DE CRONOMETRAGEM

USO DO CHIP DE CRONOMETRAGEM

1/16/2020

Seu número de peito é equipado com o chip eletrônico de cronometragem.
Não o retire e use somento no peito.
Não dobre, não amasse, não descole o adesivo do chip e não retire a espuma espaçadora para o correto funcionamento.
1. Deixe o NUMERAL SEMPRE A VISTA NO PEITO. NÃO O CUBRA com blusa, jaqueta, alça de mochila, etc;
2. Não coloque o braço em cima do numeral em zonas de cronometragem;
3. Não coloque o numeral na letaral do corpo (por exemplo, nas pernas);
4.  Não cubra o numeral com blusas, jaquetas ou qualquer outra roupa.

Continue lendo [+]
ATLETAS COM 60 ANOS E ACIMA

ATLETAS COM 60 ANOS E ACIMA

1/13/2020

1º. O benefício de 50% de desconto no ato da inscrição é exclusivo para quem tem 60 anos ou mais. Não utilize este benefício para terceiros pois você estará sujeito as penas da lei. Não ceda sua inscrição para ninguém!
2º. Haverá um balcão de atendimento exclusivo para os ATLETAS com 60 anos ou mais na entrega de kit o que agilizará o atendimento e a conferência dos documentos.
3º. Para facilitar a localização dos resultados e imagens, tanto por parte do ATLETA quanto da Organização, os números de peito de todas as categorias disponíveis no evento incluindo a categoria ACIMA DE 60 ANOS, contarão com uma série sequencial de fácil localização.
4º. Em caso de comprovação do uso indevido do benefício de desconto de 50% a Organização poderá aplicar as regras do item 10.8 do Regulamento.
5º. Não haverá entrega de kit de participação no dia do EVENTO, nem após o mesmo.

Continue lendo [+]
INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE O USO DO NÚMERO DE PEITO

INFORMAÇÕES IMPORTANTES SOBRE O USO DO NÚMERO DE PEITO

12/20/2019

1º. Seu número de peito é pessoal e intransferível.
2º. Não ceda, não comercialize e não permita a cópia do seu número de peito, pois você estará cometendo uma infração sujeito as penas da lei.
3º. Em caso de atendimento médico, é através do seu número de peito que será acionado o contato de emergência. Um familiar seu poderá receber uma notícia inesperada sendo que você não está participando do evento, pois cedeu seu número para alguém correr em seu lugar.
4º. Em caso de falha no chip eletrônico, seu resultado poderá ser analisado à partir do seu número de peito por fotos e vídeos captados no evento.
5º. Se você conhece alguém que cedeu ou vendeu o número com o intuito de obter vantagens, denuncie através do faleconosco@yescom.com.br. Você pode enviar o número, o nome completo ou fotos.

Continue lendo [+]

Retirada do Kit e Chip

Confira as regras e como efetuar a retirada de seu kit e chip da Meia Maratona Internacional de São Paulo 2021.

Clique aqui e saiba mais

Organização

Yescom

Apresentação

Cosan

Patrocíno Especial

Café 3 Corações

Apoio Especial

Prefeitura SP

Supervisão

CBAt FPA AIMS

Parceiros de Mídia

Sempre Correndo Mania de Corrida Liga dos Corredores Jornal Corrida Corrida no Ar Blog do Harry

© Copyright Yescom 1998 - 2021 – Todos os Direitos Reservados